Buscar
  • coletivocalcaneos

Coletivo Calcâneos - Noite de Premiação Denilto Gomes.

Nesses dias em que o Coletivo Calcâneos fez sete anos!

Somos jovens artistas, periféricas e periféricos, especificamente da nossa Zona Leste da cidade de São Paulo.

Nesses dias em que 9 jovens morrem no baile funk na DZ7 em Paraisópolis. Não foi a gente, mas poderia ser. Somos jovens e frequentamos o fluxo na quebrada.

Nesses dias, em que a cada 23 minutos um jovem negro é assassinado no país. Não foi a gente, mas poderia ser. Somos jovens, negras e negros. Nesses dias, em que a cada duas horas uma mulher é morta, e a cada 11 minutos uma mulher é estuprada no país. Em dias, desde muito antes, de violências contra as mulheres a cada segundo. Somos mulheres. Nesses dias em que as mortes LGBTQIA+ são veladas para que não saibamos. Mortos diariamente, Somos LGBTQIA+. Em dias, desde muito antes, de tantas violências a cada segundo. Foram a nós, cotidianamente. E em tempos que nos matam. Vivas, precisamos ser denúncia. Nascem as (os) "Filhxs -- da -- Pº##@! - T O D A". _____ Estamos aqui pra dizer que hoje, segunda-feira 09 de dezembro de 2019, 20h35 estamos vivas e vivos! Assim, podemos agradecer pelo olhar de Paula Salles, Talita Bretas, Luis Ferron, Cooperativa Paulista de Dança, artistas e não-artistas que compartilham dessa fala quando dizem afetuosamente de nós e da nossa manifestação em dança intitulada "Filhxs -- da -- Pº##@! - T O D A" que nasceu neste ano de 2019. Que as formas possíveis de que olhem para o que estamos dizendo sejam postas. E nós aqui pretendemos permanecer em movimento e vivas (os). Com todo o respeito e licença a quem veio antes. Não estamos sós, somos muitxs. ______ PREMIAÇÃO DENILTO GOMES 2019 REVELAÇÃO: Coletivo Calcâneos, por "Filhxos da P°##@! TODA".

5 visualizações
fav.png
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Vimeo

© Coletivo Calcâneos - Por: Felipe Pardini